RSS do Ministério do Desenvolvimento

 

Busca Avançada

Preencha os campos abaixo para encontrar o que deseja:
 


Página Inicial » Comércio Exterior » Notícias » Terceira semana de abril registra superávit de US$ 103 milhões

Terceira semana de abril registra superávit de US$ 103 milhões

23/04/2012

Terceira semana de abril registra superávit de US$ 103 milhões

Brasília (23 de abril) – Na terceira semana de abril (16 a 22), com cinco dias úteis, as exportações brasileiras foram de US$ 5,084 bilhões, com média por dia útil de US$ 1,016 bilhão. O valor é 11,3% superior à média de US$ 914 milhões até a segunda semana do mês.

Neste comparativo, houve aumento nas exportações de produtos semimanufaturados (18,2%), com destaques para óleo de soja em bruto, ferro-ligas, açúcar em bruto, ferro fundido, e ouro em forma semimanufaturada e, nas vendas de produtos básicos (15,3%), sendo os principais petróleo, soja em grão, café em grão, farelo de soja e fumo em folhas. Os embarques de manufaturados (-0,1%) decresceram por conta de óleos combustíveis, autopeças, máquinas para terraplanagem, motores e geradores, e laminados planos.

As importações, na terceira semana de abril, somaram US$ 4,981 bilhões, com média diária de US$ 996,2 milhões. O resultado foi 5,4% acima da média registrada até a segunda semana do mês (US$ 945,1 milhões) e se explica, principalmente, pelo aumento nos gastos com combustíveis e lubrificantes, aparelhos eletroeletrônicos, plásticos e obras, farmacêuticos, e borracha e obras.

Com esses resultados, a terceira semana de abril registrou superávit de US$ 103 milhões, com média de 20,6 milhões. A corrente de comércio foi de US$ 10,065 bilhões, com resultado médio diário de US$ 2,013 bilhões.

Mês

No acumulado mensal, as exportações de abril chegam a US$ 13,310 bilhões, com média diária de US$ 950,7 milhões. Pela média, o resultado está 10,5% abaixo na comparação com abril de 2011 (US$ 1,061 bilhão). Neste comparativo, houve retração nas três categorias de produtos.

Entre os semimanufaturados (-13,8%), a queda foi por conta de açúcar em bruto, alumínio em bruto, óleo de soja em bruto, e couros e peles. Para os básicos (-12,7%), a redução se deve, principalmente, em razão de farelo de soja, soja em grão, café em grão, minério de ferro, fumo em folhas, e carnes de frango, bovina e suína. Nos manufaturados (-5,7%), a diminuição dos embarques foi verificada entre automóveis, laminados planos, veículos de carga, máquinas e aparelhos para terraplanagem, e autopeças.
 
Na comparação com a média de março deste ano (US$ 950,5 milhões), o resultado das exportações ficou estável e foi apontado crescimento nas vendas de semimanufaturados (7,6%) e básicos (2,8%), enquanto que decresceram as remessas de manufaturados (-6,3%).

Nas importações, a média diária mensal (US$ 963,4 milhões) ficou estável em relação ao resultado de abril do ano passado (US$ 963,8 milhões). Houve aumento nos gastos, principalmente, com combustíveis e lubrificantes (24,9%), siderúrgicos (9,3%), farmacêuticos (9,2%), equipamentos mecânicos (4,4%), e instrumentos de ótica e precisão (1,4%).

Em relação à media de março de 2012 (US$ 858,7 milhões), houve crescimento de 12,2%. Foram elevadas as despesas com combustíveis e lubrificantes (58,8%), cobre e suas obras (22,5%), veículos automóveis e partes (10,6%), aparelhos eletroeletrônicos (9,3%), e farmacêuticos (5,6%).

O mês de abril apresenta déficit de US$ 177 milhões, com média diária negativa de US$ 12,6 milhões. A corrente de comércio totalizou US$ 26,797 bilhões, com média diária de US$ 1,914 bilhão. Pela média, o resultado representou diminuição de 5,5% na comparação com abril do ano passado (US$ 2,025 bilhões) e expansão de 5,8% na relação com março de 2011 (US$ 1,809 bilhão). 

Ano

De janeiro até a terceira semana de abril, a corrente de comércio somou US$ 134,520 bilhões (média diária de US$ 1,747 bilhão), com aumento de 6,3% sobre a média do mesmo período do ano passado (US$ 1,643 bilhão).

Nos 77 dias úteis de 2012, o superávit da balança comercial é de US$ 2,260 bilhões (média diária de US$ 29,4 milhões). O resultado é 49% menor que o verificado no mesmo período do ano passado (média diária de US$ 57,6 milhões).

No acumulado do ano, as exportações alcançaram US$ 68,390 bilhões (média diária de US$ 888,2 milhões), resultado 4,4% acima do verificado no mesmo período de 2011, que teve média diária de US$ 850,7 milhões. O acumulado anual das importações está 8,3% maior em relação ao ano passado (média diária de US$ 793,1 milhões). No ano, as compras externas brasileiras foram de US$ 66,130 bilhões (média diária de US$ 858,8 milhões).

Acesse as informações da balança comercial da terceira semana de abril

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação Social do MDIC
(61) 2027-7190 e 2027-7198
André Diniz
andre.diniz@mdic.gov.br
 
Redes Sociais:
www.twitter.com/mdicgovbr
www.facebook.com/mdic.gov
www.youtube.com/user/MdicGovBr

http://www.desenvolvimento.gov.br/sitio/interna/noticia.php?area=5¬icia=11484