RSS do Ministério do Desenvolvimento

 

Busca Avançada

Preencha os campos abaixo para encontrar o que deseja:
 


Página Inicial » O Ministério » Notícias » Pimentel destaca união do governo, sociedade e indústria em prol da competitividade

Pimentel destaca união do governo, sociedade e indústria em prol da competitividade

13/04/2012

Pimentel destaca união do governo, sociedade e indústria em prol da competitividade

Brasília (13 de abril) - O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, disse hoje, na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), que “o Brasil está no momento do salto para o século 21”, referindo-se às ações que estão sendo implementadas para permitir o aumento da produtividade e da competitividade da indústria brasileira. Em seu discurso na solenidade de apresentação do Programa Senai de Apoio à Competitividade, Pimentel ressaltou “a convergência de princípios e diagnósticos entre o governo, a indústria brasileira e a sociedade” para permitir a modernização do parque industrial do País.

Na ocasião, a presidenta Dilma Rousseff destacou a importância do investimento em tecnologia e inovação para o aumento da competitividade da indústria. “Além de colocar os juros e o spread [a diferença entre as taxas de juros pagas elos bancos aos poupadores e a taxa cobras de tomadores de empréstimos] no padrão internacional, desonerar  tributos sem comprometer a situação macroeconômica do Brasil e atuar contra a chamada desvalorização [cambial] competitiva, temos de ter capacidade de projetar, de fazer engenharia”, disse.

A cerimônia na CNI marcou o repasse de R$ 1,5 bilhão do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para financiar parte do programa do Senai, uma das ações previstas pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), criado por Dilma em outubro de 2011. Outros R$ 400 milhões serão recursos próprios da entidade.

As ações previstas incluem a instalação de 23 institutos de inovação, 38 institutos de tecnologia, a construção de 53 centros de formação profissional e a reforma de 250 escolas até 2014. Os institutos de tecnologia vão oferecer às empresas serviços de metrologia, ensaios e testes laboratoriais para atestar ou elevar a qualidade dos produtos brasileiros. Hoje, a maior parte desse serviço é feito no exterior.

Esses institutos também vão oferecer educação profissional em todos os níveis, inclusive cursos superiores. Com esse investimento, o Senai deve alcançar 4 milhões de matrículas ao ano em 2014, quase o dobro das 2,5 milhões registradas no ano passado.

Crédito da foto: Antônio Cruz/ABr 

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação Social do MDIC
(61) 2027-7190 e 2027-7198
ascom@mdic.gov.br

Redes Sociais:
www.twitter.com/mdicgovbr
www.facebook.com/mdic.gov
www.youtube.com/user/MdicGovBr

http://www.desenvolvimento.gov.br/sitio/interna/noticia.php?area=1¬icia=11460