Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Brasil e Japão reforçam parcerias e relação econômica bilateral
Início do conteúdo da página

Brasil e Japão reforçam parcerias e relação econômica bilateral

Representantes dos dois países destacaram pontos de convergência entre as duas economias durante encontro em São Paulo

A 13ª reunião do Comitê Conjunto em Comércio, Promoção de Investimentos e Cooperação Industrial Brasil-Japão (MOE-METI, na sigla em inglês) foi marcada pela troca de experiências entre os dois países. Representando o governo brasileiro, o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, presidiu o encontro nesta quinta-feira (17/10), na Japan House, em São Paulo (SP).

Da Costa destacou a importância da imigração japonesa para o Brasil, ressaltando que os laços nipo-brasileiros trouxeram influências para o país relacionadas à cultura do trabalho e também a características que se refletem nos mais diferentes campos, como arte, agricultura, culinária, esporte, entre outros. 

O vice-ministro de Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Comércio Exterior e Indústria do Japão (METI), Shigehiro Tanaka, representando a delegação japonesa, falou sobre os pontos de convergência entre as duas economias. Ele declarou que o Japão, como um dos membros mais antigos da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), apoia a acessão do Brasil à instituição. 

"Apoiamos a entrada do Brasil o quanto antes na OCDE e também trabalhamos para fechar um acordo de livre comércio entre Mecorsul e Japão", disse o vice-ministro. Segundo Tanaka, o Japão já tem acordos comerciais com 17 países para incentivar o crescimento econômico por meio dos fluxos de comércio. 

O encontro bilateral foi dividido em dois momentos. Na primeira sessão, as duas delegações governamentais reforçaram as parcerias que estão sendo desenvolvidas para ampliar a cooperação em diversos setores. 

Em seguida, a reunião foi aberta à participação de representantes de empresas dos dois países. Durante a conversa, governo e setor privado definiram prioridades e próximos passos em direção a uma maior integração econômica entre o Brasil e o Japão.

registrado em:
Fim do conteúdo da página