Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Secretário da Economia apresenta medidas para aumentar a produtividade no setor portuário
Início do conteúdo da página

Secretário da Economia apresenta medidas para aumentar a produtividade no setor portuário

Carlos Da Costa destaca o papel da iniciativa privada para melhorar a infraestrutura e aumentar a competitividade do país

O secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, afirmou, nesta quarta-feira (9/10), que o governo está trabalhando para simplificar, desburocratizar e abrir espaço para que a iniciativa privada invista cada vez mais em infraestrutura, aumentando a competitividade no Brasil. 

Da Costa participou hoje, em Brasília, da 17ª edição do Santos Export – Fórum Nacional para a Expansão do Setor Logístico Portuário e assegurou que um novo Brasil está surgindo, a partir da liberdade econômica. “Começamos com avanços no mercado de gás e estamos atuando em vários outros, como na cabotagem. Precisamos ampliar e baixar muito o custo da cabotagem no país”, avaliou. 

Durante o encontro com empresários das áreas de navegação, portos, logísticas e multimodalidades, Da Costa também destacou as ações que estão sendo preparadas para combater fatores que atrapalham a produtividade no Brasil e que serão anunciadas em breve. 

Entre elas, está a autorização dos chamados short lines ferroviários (pequenas ferrovias), para agilizar e liberar o investimento privado relacionado às conexões com as operações multifocais portuárias nas grandes ferrovias. “Isso vai viabilizar um grande volume de investimento e uma expansão no setor multimodal que envolve portos e ferrovias”, ressaltou. 

 O secretário apresentou, ainda, um conjunto de iniciativas do governo para aumentar a produtividade no país. Citou o Simplifica, que retira entraves burocráticos do cotidiano das empresas; o Emprega Mais, para qualificação profissional dos trabalhadores; e o Pró-Infra, destinado a estimular o investimento privado em infraestrutura no Brasil.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página