Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Ministro Marcos Jorge recebe título de cidadão baiano em Salvador
Início do conteúdo da página

Ministro Marcos Jorge recebe título de cidadão baiano em Salvador

dez alba ford basf

Ministro visitou ainda fábrica da BASF e da FORD, em Camaçari

Salvador (21 de dezembro) - O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge, recebeu, nesta sexta, o título de cidadão baiano na Assembleia Legislativa do Estado, em Salvador.

Na cerimônia, o deputado José de Arimatéia lembrou que Marcos Jorge passou parte da sua vida em Jacobina (BA). “A Bahia faz parte da história do ministro. Está em seu sangue. Ele é filho de um baiano e de uma paraibana. Seu avô materno também morou em Jacobina”, disse. “Hoje a Bahia ganha mais um filho dedicado a seu povo”, completou.

Marcos Jorge, que em julho recebeu o título de cidadão jacobinense, agradeceu a homenagem recebida em Salvador. “Meu pai sempre foi um entusiasta da Bahia, dos sertanejos e do interior. Ele e minha mãe moraram aqui antes de irem para o Rio de Janeiro, onde nasci. Dos 10 aos 14 anos vivi em Jacobina. Recebo, então, com muita satisfação, essa ‘certidão de nascimento’ baiana”, disse.

Ele lembrou de ações do governo federal para incentivar o desenvolvimento da Bahia. “Renovamos o regime automotivo do Nordeste. Também temos discutido inovação com a Federação das Indústrias da Bahia, a indústria 4.0, que será a renovação do tecido industrial brasileiro”, disse.

Também participaram da cerimônia de concessão de título de cidadão baiano ao ministro Marcos Jorge o presidente da Assembleia Legislativa ngelo Coronel, o deputado federal Márcio Marinho, o secretário de Representação do Estado de Roraima, José Raimundo Rodrigues, o secretário de Promoção e Combate à Pobreza, Isnard Araújo, e os vereadores Luiz Carlos de Souza, Rogéria Santos e Ireuda Silva.

Ford

De tarde, o ministro Marcos Jorge, e o secretário de Desenvolvimento e Competitividade Industrial, Igor Calvet, visitaram a fábrica da Ford em Camaçari, a cerca de 40 quilômetros de Salvador e o complexo acrílico da BASF.

Na Ford, eles conheceram o estúdio de design e a fábrica da montadora. O pólo industrial da Ford em Camaçari gera sete mil e quinhentos empregos diretos. A unidade tem capacidade para produzir mais de mil veículos por dia.

Na visita, Marcos Jorge lembrou de ações do governo que possibilitaram o crescimento dos investimentos das montadoras nos últimos anos, como a renovação do regime automotivo do Nordeste, que beneficia diretamente o Estado da da Bahia.

Ele também lembrou do Rota 2030, que busca alinhar o produto nacional ao padrão dos grandes polos globais de produção e desenvolvimento automotivo. O programa estabelece previsibilidade para o mercado e para os investimentos a serem feitos no Brasil e estimula o desenvolvimento de carros movidos a combustíveis limpos, como os modelos elétricos.

Marcos Jorge e Igor Calvet foram recebidos pelo diretor do Centro de Desenvolvimento de Produto Alexandre Machado.

BASF

O complexo da BASF produz ácido acrílico e polímero superabsorvente (SAP). Em 2017, a BASF registrou uma produção acumulada de SAP, até novembro, de 58,4 mil toneladas. Foram exportadas 10 mil toneladas de SAP nacional para o mercado argentino.

Inaugurada em 2015, a fábrica é o maior investimento da empresa alemã na América Latina. Além da fábrica de Camaçari, a BASF tem outras oito unidades produtivas no Brasil, sete em São Paulo e uma em Pernambuco. A empresa alemã está presente no país desde 1911.

Assessoria de Comunicação Social do MDIC 

(61) 2027-7190 e 2027-7198 
imprensa@mdic.gov.br 
  
Redes Sociais: 
www.twitter.com/mdicgov 
www.facebook.com/mdic.gov 
www.youtube.com/user/MdicGovBr 
www.flickr.com/photos/mdicimprensa

registrado em:
Fim do conteúdo da página