Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > MDIC e ABDI lançam espaço para desenvolvimento do varejo brasileiro
Início do conteúdo da página

MDIC e ABDI lançam espaço para desenvolvimento do varejo brasileiro

Criado: Sexta, 08 de Junho de 2018, 09h43 | Publicado: Sexta, 08 de Junho de 2018, 09h43 | Última atualização em Sexta, 08 de Junho de 2018, 11h13

08.06.2018 Laboratorio do Varejo OK

Iniciativa prevê 24 meses de atividades com lojistas de todo o país. ProVa está fisicamente instalado no shopping Frei Caneca em São Paulo

Brasília (8 de junho) - O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima, e o presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Guto Ferreira, lançaram, na noite dessa quinta-feira (7), o Laboratório de Inovação do Varejo (ProVa). A iniciativ,a inédita na América Latina, vai apresentar tecnologias inovadoras para o mercado e promover atividades que ajudem a fomentar o varejo nacional. O secretário de Comércio e Serviços do MDIC, Douglas Finardi, e o deputado federal Vítor Lippi também participaram do evento.

A proposta do Laboratório é disponibilizar ao setor varejista brasileiro um ambiente colaborativo para a construção de ações e programas de estímulo à inovação.  O objetivo é contribuir com o desenvolvimento e fortalecimento da inovação do setor frente aos inúmeros desafios que se apresentam, seja pelo dinamismo do mercado, seja pela velocidade com que o setor precisa se adaptar para atender as novas gerações de consumidores cada vez mais exigentes.

Para o ministro Marcos Jorge, esta é uma iniciativa de vanguarda que vai lincar os setores varejista e de indústria. “Pretendemos aumentar a integração entre os setores. No ProVa, as empresas poderão realizar testes, validações e desenvolvimento de novas soluções e tecnologias. O nosso objetivo é incentivar o aumento da competitividade do varejo brasileiro, além da criação de novos modelos de negócio, o desenvolvimento de produtos e serviços, a melhoria do atendimento e a interação com outros segmentos como a indústria”, explicou.

O presidente da ABDI explica que o principal objetivo é apresentar soluções para os problemas dos lojistas. “Quem vier nos conhecer será apresentado ao que de mais inovador está sendo feito no mundo direcionado ao setor. Também teremos uma loja conceito, onde o varejista poderá vender seus produtos no shopping por um período determinado”, disse Guto Ferreira.

Douglas Finard ressaltou a importância da parceria com a ABDI e também do setor privado, por meio do Fórum de Competitividade do Varejo, composto por algumas das mais representativas entidades do setor. “Durante o diálogo com o setor produtivo, constatamos a carência de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento de tecnologias e inovação que possam promover o crescimento e a modernização do setor", disse.

O nome ProVa nasceu da expressão “pró-varejo” e da necessidade de aumento da produtividade e da competitividade do setor. Fisicamente, o ProVa está instalado no shopping Frei Caneca, em São Paulo, é gratuito e aberto a todos os segmentos do setor, tanto para o pequeno, quanto o médio e grande varejista, de todas as regiões brasileiras. O espaço vai funcionar durante 24 meses e será usado para o desenvolvimento de soluções inovadoras, desde o uso de tecnologia digital até aplicação e teste de novas tendências no atendimento a clientes e gestão dos empreendimentos.

O ambiente vai contar com áreas de coworking, ilhas de tecnologia e espaço para eventos. Mais de 100 atividades estão previstas para serem realizadas tais como meetups, ciclos de design thinking, feiras e workshops. A expectativa é receber, durante o período, 10 mil tomadores de decisão do varejo. Para participar do projeto, o varejista pode dirigir-se diretamente ao local ou entrar em contato com a ABDI ou MIDC por meio das próprias associações varejistas.

Dados do setor

O setor varejista é um dos mais importantes para a economia nacional. De olho nessa importância estratégica, o ProVa pretende capacitar e auxiliar na recuperação de um setor que sofreu com os abalos econômicos do último período. Pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que o comércio é responsável por cerca de 17 milhões de empregos. Isso representa 16% da força de trabalho do país.

Nos primeiros meses de 2018, o comércio brasileiro cresceu 4,5%, em relação ao mesmo período do ano anterior. O resultado foi influenciado pelas vendas de móveis e eletrodomésticos, que subiram por conta da queda das taxas de juros. Uma retomada ainda tímida frente às perdas superiores a 10% registradas em 2016.

Um levantamento feito pela ABDI com mais de 50 varejistas e formadores de opinião, identificou os principais desafios do setor para inovar em lojas físicas. Qualificação da mão de obra, capacitação dos empresários, resistências culturais para a adoção de tecnologias, acesso à crédito e questões envolvendo a tributação foram os cinco pontos identificados na pesquisa, pontos focais de atuação do ProVa.

Mais informações pelo site ou contato@provalab.com.br

 *Com informações da ABDI

Assessoria de Comunicação Social do MDIC 

(61) 2027-7190 e 2027-7198 
imprensa@mdic.gov.br 
  
Redes Sociais: 
www.twitter.com/mdicgov 
www.facebook.com/mdic.gov 
www.youtube.com/user/MdicGovBr 
www.flickr.com/photos/mdicimprensa 
http://pt.slideshare.net/mdicgovbr 
https://soundcloud.com/mdic

registrado em:
Fim do conteúdo da página