Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Demoday de startups brasileiras reúne vinte investidores na capital argentina
Início do conteúdo da página

Demoday de startups brasileiras reúne vinte investidores na capital argentina

Criado: Sexta, 13 de Outubro de 2017, 09h31 | Publicado: Sexta, 13 de Outubro de 2017, 09h31 | Última atualização em Terça, 17 de Outubro de 2017, 16h32

internacionalização

Evento faz parte da semana de internacionalização de startups, promovido pelo MDIC, Apex-Brasil e Sebrae, em parceria com Anprotec e ABStartups

Buenos Aires (13 de outubro) - Investidores de vinte diferentes fundos compareceram hoje ao “Demoday Brazilian Startups”, em Buenos Aires. O evento integra a agenda de trabalho da semana de internacionalização de startups, promovido pelo MDIC, Apex Brasil e Sebrae, em parceria com Anprotec e ABStartups. Empreendedores de 13 empresas brasileiras passaram a semana na capital argentina, realizando treinamentos de pitches, reuniões com prestadores de serviço local e empresários argentinos. Eles também visitaram aceleradoras e o Mercado Livre, maior empresa de e-commerce da América Latina.

No Demoday, evento em que as soluções e serviços são apresentadas a potenciais investidores, os empreendedores puderam apresentar a história das suas empresas, a equipe e seus principais competidores.

Hernan Kazah, co-fundador do Mercado Livre, foi um dos avaliadores das startups. Para ele, o intercâmbio entre empreendedores brasileiros e argentinos ajuda a alavancar o ecossistema da região.

“Felicito o governo brasileiro pela iniciativa. As apresentações foram bastante interessantes. Gostaria de poder ver, em breve, mais empresas brasileiras aqui na Argentina”, disse.

Fernando Johann, da Haciendo Historia Consultores, também participou do evento. “Gostei muito dos projetos que trazem soluções para a produção rural. Temos de combinar nossos projetos e trazer muito mais valor agregado a nossas nações”, contou.

Para os representantes das empresas brasileiras, o demoday foi uma importante oportunidade para iniciar o diálogo com os investidores estrangeiros. Ana Júlia Moreira, da startup 4Milk, participou, pela primeira vez, de uma missão internacional.

“É uma experiência muito enriquecedora. Estou muito satisfeita com o demoday de hoje e com toda a agenda de trabalho desta semana de internacionalização de startups. É uma oportunidade única para empreendedores brasileiros”, disse.

Ao final do demoday, duas startups receberam reconhecimento do júri pela performance dos seus pitches: Estante Mágica (nas categorias Melhor pitch e Estratégia de Marketing) e MedLogic (Inovação).

Avaliaram os empreendedores brasileiros: Cristóbal Perdomo (da Jaguar Ventures), Juan Pinilla (Kaszek Ventures), Juan Francisco (Xpand Ventures), Fernando Johann (Haciendo Historia Consultores) e Santiago Baglietti (Wolox).

Accenture

De manhã, os empreendedores apresentaram suas soluções a integrantes da Accenture Argentina, que oferece serviços de estratégia empresarial, consultoria, digital, tecnologia e operações a mais de 40 indústrias em 120 países. Os serviços serão avaliados e poderão integrar o portfólio da empresa.

Nesta sexta-feira (13) os empreendedores terão agenda livre em Buenos Aires para realizar reuniões individuais de negócio.

Confira aqui a programação completa da missão de internacionalização de startups.

Startups

Conheça as 13 startups que participam da missão de internacionalização na Argentina:

Myleus Facility (setor de biotecnologia)

Fundada em 2010, a Myleus Facility é uma prestadora de serviço de biologia molecular. Ela realiza sequenciamento de DNA, eletroforese capilar e PCR. Neste mês, iniciou operações na Argentina.

Cloud CRM Sistemas (agrotecnologia)

A empresa oferece a integração e gestão online de informações relativas à produção rural. Fundada em 2016, a empresa já atende seis grandes multinacionais. A aplicação é 100% customizável de acordo com as necessidades dos clientes.  

4milk (agrotecnologia)

Trata-se de uma plataforma totalmente gratuita para gestão do rebanho leiteiro. A empresa foi fundada em 2016 e já tem sete mil usuários no Brasil. Por meio da plataforma, o produtor pode controlar questões produtivas, reprodutivas e sanitárias dos animais.

Safe Trace (agrotecnologia)

A Safe Trace trabalha com a transparência de informações da cadeia produtiva alimentar. A empresa oferece equipamentos e serviços que garantem aos supermercadistas e consumidores o acompanhamento rigoroso, fase a fase, das normas socioambientais e sanitárias.

Reciclapac (logística)

A reciclapac desenvolve embalagens retornáveis e inteligentes a partir de um software que utiliza a internet das coisas (IOT, na sigla em inglês). A empresa desenvolveu uma metodologia de reaproveitamento de embalagens, denominado Upcycling, que estende o ciclo de vida e reduz o descarte de resíduos. Em 2015, foi vencedora do Programa Leaders of Innovation da Royal Academy Engineering e do Instituto de Inovacao de Oxford.

Tracksale (experiência de clientes)

Criada em Belo Horizonte há cinco anos, a empresa tem o objetivo de monitorar a satisfação dos clientes e usuários de grandes empresas. Para isso, coleta e gerencia opiniões enviadas por e-mail, SMS, sites, aplicativos e outros canais. A Tracksale atende mais de mil marcas na América Latina.

Verde Ghaia (SAS)

É uma consultoria que atua na área ambiental, oferecendo gestão de requisitos legais e assessoria jurídica a seus clientes. O portfólio da Verde Ghaia tem mais de dois mil clientes registrados no Brasil e também em empresas internacionais.  

Belasis (fintech de beleza e bem estar)

Criada por desenvolvedores catarinenses, a empresa oferece software de gestão a salões de beleza e barbearias. Atualmente, a Belasis está presente em todos os estados brasileiros e já iniciou operações nos Estados Unidos e na América Latina. 

Estante Mágica (educação)

A empresa carioca tem a missão de contribuir para o desenvolvimento de crianças em alfabetização ao transformar histórias escritas por alunos em livros de verdade. Já atendeu mais de duas mil escolas em 600 cidades brasileiras. Em 2017, foi vencedora do Programa Fedex para Pequenas Empresas.

Psicologia Viva (market place e saúde)

Presente no Brasil e no Chile, a Psicologia Viva é uma plataforma que oferece terapia a clientes por meio de videoconferência. O site da empresa filtra a queixa dos pacientes e os direciona a um especialista adequado para tratar o problema.

MedLogic (saúde)

A MedLogic oferece soluções a prestadores de serviço de saúde. O objetivo central da empresa é identificar grupos de pacientes idosos frágeis que requerem mais atenção médica. A estratégia é ancorada em pesquisa científica desenvolvida por um de seus fundadores. Um dos clientes da empresa já registrou economia de 22% em seu custos.

Hub2b (e-commerce)

A Hub2b automatiza e gerencia operações nos marketplaces. A empresa conecta varejistas aos maiores sites de venda e centraliza a gestão de estoque, preço e pedidos. Nos últimos meses, a startup teve um crescimento de 170% no número de clientes.

Lett Insights (e-commerce)

A empresa oferece serviços a indústrias e fornecedores que atuam no e-commerce. Ela disponibiliza uma auditoria de conteúdo digital a seus clientes, garantindo que as informações dos produtos sejam devidamente apresentadas nos marketplaces. A Lett Insight já participou de programas de aceleração em Minas Gerais e no Chile. 

 

Assessoria de Comunicação Social do MDIC 
(61) 2027-7190 e 2027-7198 
imprensa@mdic.gov.br 
  
Redes Sociais: 
www.twitter.com/mdicgov 
www.facebook.com/mdic.gov 
www.youtube.com/user/MdicGovBr 
www.flickr.com/photos/mdicimprensa 
http://pt.slideshare.net/mdicgovbr 
https://soundcloud.com/mdic

registrado em:
Fim do conteúdo da página