Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Ministério da Economia inicia política de Mesas Executivas para discutir temas setoriais

Primeiro segmento a ser contemplado é de Tecnologia da Informação. Encontro ocorreu na última quinta (28/3), em Brasília, e reuniu mais de dez associações, empresas e representantes do MCTIC e da Receita Federal

A Secretaria de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação (SDIC), órgão da estrutura da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec) do Ministério da Economia, iniciou na última quinta (28/3) a política de Mesas Executivas, com o objetivo de criar um canal de comunicação direta para discutir questões pontuais que afetam setores da economia de forma horizontalizada. O primeiro encontro foi com o segmento de Tecnologia da Informação, na sede da Sepec, em Brasília.

A reunião, liderada pelo Secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos Da Costa, com o apoio do secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação, Caio Megale, contou com a participação de representantes de associações como Brasscom, Abinee, ABES, P&D Brasil, ASSESPRO, e de empresas como Positivo Tecnologia, Intelbras, Stefanini IT Solutions, Microsoft Brasil e Totvs. O Ministério da Ciência, Tecnologia e Comunicações e a Receita Federal acompanharam as discussões.

Como explicou Carlos Da Costa, o tema Tecnologia da Informação foi escolhido por representar o setor do futuro e dialogar com ações importantes da Sepec, tratadas pelas subsecretarias de Inovação, de Desenvolvimento Produtivo, de Rede e Industrial e de Comércio e Serviços.

Na pauta da Mesa Executiva foram discutidos temas como a necessidade de estímulo ao investimento privado em startups e a regulamentação da alíquota do Imposto de Renda aplicada sobre os chamados investidores-anjo, as dificuldades para a instalação de Data Center no Brasil, os entraves nas análises de processos da Lei do Bem. O uso de tecnologia aplicada na modernização dos parques fabris, com a utilização de IoT (internet das coisas) e os impedimentos relacionados à conectividade, velocidade de banda, cobertura e estabilidade da rede também foram debatidos pelo grupo.

Participantes do setor de TI
• Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação)
• Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica)
• ABES (Associação Brasileira de Empresas de Software)
• ASSESPRO (Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação)
• P&D Brasil (Associação de Empresas de Desenvolvimento Tecnológico Nacional e Inovação)
• Positivo Tecnologia
• Intelbras
• Stefanini IT Solutions
• Microsoft Brasil
• Totvs
• BRQ

Próximo encontro

Nesta quinta (04/04), será lançada a Mesa Executiva do Setor de Franquias e Varejo, em São Paulo, às 15h. O secretário especial Carlos Da Costa e o secretário Caio Megale participam do evento.

registrado em:
Fim do conteúdo da página