Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Ministro Marcos Jorge se reúne com Manfredo Rübens, novo presidente da Basf para a América do Sul

08.06.18 marcos jorge basf casa economica2

Executivo assumiu as operações da companhia no continente há um mês

São Paulo (8 de junho) - O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge, esteve hoje com o novo presidente da Basf para a América do Sul, Manfredo Rübens. O executivo assumiu as operações da companhia há um mês. O encontro aconteceu na CasaE Basf, uma iniciativa inspirada no conceito de “ecoeficiência”, que apresenta tecnologias e soluções para a indústria da construção. A casa fica instalada na cidade de São Paulo.

O espaço tem 400m² e apresenta soluções inovadoras e sustentáveis desenvolvidas pela Basf e seus parceiros, com o objetivo de divulgar tendências de tecnologias aplicadas ao setor da construção. A iniciativa pretende incentivar a redução do consumo de água e energia, garantir conforto térmico e acústico e aumentar a produtividade e durabilidade das construções.

Segundo o ministro é “importante ver na prática os resultados concretos do investimento em pesquisa, desenvolvimento e inovação. Essa iniciativa nos permite entender a aplicabilidade de diversas tecnologias”, disse.

Para Manfredo Rübens, “a CasaE é um exemplo de inovação e sustentabilidade e mostra soluções que atendem não só o setor de construção, mas diversas indústrias. Por isso, estamos orgulhosos de receber o Ministro da Indústria, Comércio e Serviços, Marcos Jorge, na nossa casa conceito."

O secretário de Desenvolvimento e Competitividade Industrial do MDIC, Igor Calvet, também acompanhou a agenda. Segundo ele, o contato permanente com o setor produtivo proporciona um conhecimento importante da realidade das empresas. “É in loco que conseguimos dimensionar e entender muitos dos desafios e gargalos enfrentados pela nossa indústria”, disse.

A Basf investe 1,8 bilhão de euros em pesquisa e desenvolvimento no mundo. Os aportes em P&D destinados às operações instaladas na América do Sul são todos realizados no Brasil. A companhia alemã tem 150 anos e desde 1911 está instada no Brasil. No ano passado, a empresa tinha 3.833 colaboradores no país.

Casa econômica

A Basf planejou e construiu, no mesmo terreno, o projeto de uma casa econômica. A construção tem 32m² e foi desenvolvida com foco na redução do déficit de moradias urbanas. Um time de engenheiros e arquitetos da empresa recebeu o desafio de planejar e construir a casa protótipo em 45 dias. “O resultado foi uma moradia muito bem dividida, com os espaços muito bem aproveitados. Acredito que dá até para um casal morar nesse espaço e morar com bastante dignidade”, avalia o ministro.

Segundo a Basf, a metodologia, tecnologia e soluções aplicadas permitem uma construção mais rápida, eficiente, com redução de mão de obra e resíduos e, ainda, mais durável. A estrutura, cobertura e fechamento da Casa Econômica foi montada em três dias.

 

Assessoria de Comunicação Social do MDIC 

(61) 2027-7190 e 2027-7198 
imprensa@mdic.gov.br 
  
Redes Sociais: 
www.twitter.com/mdicgov 
www.facebook.com/mdic.gov 
www.youtube.com/user/MdicGovBr 
www.flickr.com/photos/mdicimprensa 
http://pt.slideshare.net/mdicgovbr 
https://soundcloud.com/mdic

registrado em:
Fim do conteúdo da página