Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Governo lança plataforma que aproxima indústria e cursos de formação técnica

Supertec permite que setor privado informe suas necessidades por profissionais. As informações melhorarão as bases de dados dos programas de qualificação profissional do governo federal, que ajustará a oferta de cursos de formação profissional de acordo com a demanda

 Brasília (21 de março) - O presidente da República Michel Temer lançou, nesta quarta-feira, a Supertec, plataforma desenvolvida pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) em parceria com o Ministério da Educação (MEC) e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) que aproxima as demandas por qualificação profissional no Brasil às ofertas de cursos técnicos. No site, as indústrias podem solicitar os cursos de acordo com as suas necessidades de mão de obra qualificada. As informações serão repassadas automaticamente ao MEC e melhorarão as bases de dados dos programas de qualificação profissional do governo federal, bem como priorização dos recursos disponíveis.

Dessa forma, o governo federal pretende resolver duas questões importantes, principalmente, no contexto atual: a demanda por profissionais técnicos e a qualificação técnico-profissional adequada de jovens e adultos no país. O ministro Marcos Jorge destaca que o alinhamento entre demandas por qualificação, apresentadas pelo setor produtivo, e ofertas de cursos técnicos aumenta a empregabilidade de um profissional com uma formação adequada à realidade do mercado. “Com essa ferramenta, a indústria conseguirá informar qual é o perfil técnico necessário e as instituições de ensino técnico vão poder adaptar, não apenas seus cursos, mas também seus currículos, às necessidades do mercado”, afirma.

Desde 2013, o MDIC trabalha no mapeamento de perfis profissionais demandados pelo setor produtivo. A plataforma Supertec surge justamente para permitir a ampliação desse trabalho. Antes, a captura das demandas era feita através do contato direto com indústrias, que encaminhavam, por e-mail, suas necessidades. “O MDIC recebia as informações e as encaminhava para o MEC. Apesar dos resultados alcançados, foi necessário automatizar esse processo. Agora as demandas serão cadastradas no site e enviadas automaticamente para a análise do Ministério da Educação”, explica o secretário de Inovação e Novos Negócios do MDIC, Marcos Vinicius de Souza.

Atualmente, mais de 6 mil empresas repassam ao MDIC informações sobre suas demandas por qualificação profissional. Com a dinamização desse processo, espera-se um trabalho mais eficiente, alcançando um número maior de empresas em todos os estados do país. “Pretendemos, com isso, alcançar cada vez mais as pequenas e médias empresas e estimular, com a oferta de cursos gratuitos, a geração de oportunidades aos brasileiros que mais precisam”, ressalta o ministro Marcos Jorge. 

As empresas cadastradas na plataforma também poderão acompanhar o status dos seus pedidos, bem como matricular alunos nas turmas que forem abertas. A Supertec também disponibiliza informações detalhadas sobre as principais formações técnicas disponíveis por região, auxiliando o aluno na escolha do seu curso de formação. A plataforma também permite o cadastro de escolas ofertantes de cursos técnicos. Dessa forma, o portal vai atender setor produtivo, alunos e escolas.

Inovação

A Supertec foi desenvolvido dentro de um projeto amplo de inovação e desenvolvimento da educação técnica no Brasil, dialogando com outras iniciativas governamentais como o Progredir, do Ministério do Desenvolvimento Social. O objetivo é estimular um novo modelo educacional para cursos técnicos, focado na formação profissional baseada nas demandas do setor produtivo. Esse envolvimento vai desde a definição do currículo, visitas dos alunos às empresas, funcionários das empresas dando aulas como voluntários, mentorias aos estudantes, para citar alguns exemplos de atuação conjunta.

A plataforma opera de forma integrada com as bases de dados de outros ministérios, como o Ministério do Trabalho e Emprego (Rais-Caged) e o próprio Ministério da Educação (Sistec). Isso permitirá que a trajetória dos alunos formados em turmas originárias de demandas do MDIC seja acompanhada.

Assessoria de Comunicação Social do MDIC 

(61) 2027-7190 e 2027-7198 
imprensa@mdic.gov.br 
  
Redes Sociais: 
www.twitter.com/mdicgov 
www.facebook.com/mdic.gov 
www.youtube.com/user/MdicGovBr 
www.flickr.com/photos/mdicimprensa 
http://pt.slideshare.net/mdicgovbr 
https://soundcloud.com/mdic

registrado em:
Fim do conteúdo da página