Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Fórum de Competitividade do Varejo realiza balanço de atividades de 2017

13.12.2017 FORUM DE COMPETITIVIDADE EM VAREJO SCS

Presidido pelo secretário da SCS, Marcelo Maia, Fórum realizou último encontro do ano e apresentou projeções para o setor em 2018

Brasília (13 de dezembro) – Com o objetivo de encerrar os trabalhos de 2017 e prospectar a agenda para o ano de 2018, representantes do governo e de diversas entidades privadas do varejo nacional realizaram, na última quinta-feira (07), em Brasília, a 12º reunião do Fórum de Competitividade do Varejo, o último encontro do ano. O Fórum é coordenado pela Secretaria de Comércio e Serviços (SCS) do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e foi presidido pelo secretário da SCS, Marcelo Maia.

Com a participação de todas as entidades nacionais participantes do Fórum e a Secretaria do MDIC, os membros aproveitaram o encontro para ressaltar as conquistas obtidas ao longo do ano pelo setor, como a modernização trabalhista, o reconhecimento do setor supermercadista como atividade essencial, a aprovação de legislação que permite diferenciação de preços, dentre outros. Além disso, temas que continuarão a ser trabalhados em 2018 também entraram em pauta, entre eles, a maior presença do setor em ambientes, comitês, grupos de trabalhos e instrumentos governamentais que promovem a defesa dos interesses e estratégias de internacionalização e exportação; comércio eletrônico; meios de pagamento; SAC; dentre outros.

Ainda sobre as projeções para 2018, o secretário do MDIC ressaltou que um dos principais objetivos para o próximo ano é institucionalizar a existência do Fórum de Competitividade do Varejo. “O Fórum tem se tornado o principal locus de discussão no governo sobre o setor de comércio e em 2018 pretende-se torna-lo perene e oficial por meio de uma Portaria Ministerial”, disse.

O último encontro de 2017 do Fórum de Competividade e Varejo também teve a presença de representantes da Apex-Brasil e do Sebrae-Nacional, que passou a fazer parte do Fórum como membro permanente. Em sua fala, o secretário do MDIC destacou o papel do novo participante. Para ele, “o Sebrae é parceiro essencial para tratarmos temas afetos ao setor varejista, portanto sua participação como membro do Fórum será muito produtiva”, pontuou Marcelo Maia.

Já sobre a agência governamental Apex-Brasil foi apresentado o projeto E-Xport Brasil, que visa capacitar um grupo de empresários nacionais para atuação em mercados estrangeiros por meio de vendas em plataformas de comércio eletrônico. Em 2017, o projeto deu início a um protótipo para capacitar cerca de 100 empresas a atuarem nos mercados da China, Estados Unidos, México e Argentina. No próximo ano, a intenção é expandir o projeto para o Japão e Reino Unido.

Nessa mesma linha, a Associação Brasileira de Franchising (ABF) fez um relato sobre as impressões da missão de empresários do setor de franquias, shopping centers, start ups e comércio eletrônico realizada à China, em outubro passado com apoio técnico de delegação da Secretaria de Comércio e Serviços. Para a entidade, é fundamental que os empresários brasileiros reflitam sobre a importância da internacionalização e exportação de serviços e bens, seja por meio físico ou virtual, para a China, importante parceiro comercial para o Brasil.

Cartilha do Trabalhador - Marcelo Maia aproveitou o Fórum para destacar que no próximo dia 15 de dezembro será assinado um Acordo de Cooperação Técnica entre o MDIC, o Ministério do Trabalho (MTb) e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) para o lançamento da Cartilha do Trabalhador. “Trata-se de inédito instrumento que suporta a cooperação institucional para elaboração de material orientativo com o objetivo de esclarecer ao setor produtivo acerca de temas relacionados a questões trabalhistas”, esclareceu.

O Acordo está inserido no âmbito dos trabalhos realizados pela Secretaria junto ao setor público e privado com intuito de promover o fortalecimento das relações institucionais por meio do estabelecimento de projetos comuns, intercâmbio de informações e estabelecimento de parcerias a fim de promover temas de interesse público na área do setor produtivo que impactem diretamente na competitividade das empresas.

Para Maia, os trabalhos elaborados pelas equipes técnicas do MTb, MDIC e FecomercioSP para elaboração dessa série de cartilhas informativa “tem como objetivo apoiar o desenvolvimento de ações que fomentem melhoria no ambiente de negócios por meio da melhoria das relações entre empresas e trabalhadores no setor produtivo brasileiro. Por isso, a parceria com o Ministério do Trabalho é essencial para nós”.

Assessoria de Comunicação Social do MDIC 
(61) 2027-7190 e 2027-7198 
imprensa@mdic.gov.br 
  
Redes Sociais: 
www.twitter.com/mdicgov 
www.facebook.com/mdic.gov 
www.youtube.com/user/MdicGovBr 
www.flickr.com/photos/mdicimprensa 
http://pt.slideshare.net/mdicgovbr 
https://soundcloud.com/mdic

registrado em:
Fim do conteúdo da página