Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Competitividade Industrial > Design > O Programa Brasileiro de Design (PBD)
Início do conteúdo da página

O Programa Brasileiro de Design (PBD)

O Programa Brasileiro do Design - PBD, criado em 1995 pelo Decreto de 09 de novembro de 1995, destina-se a promover o desenvolvimento do design no Brasil, em virtude da forte identidade criativa do país, apto a desenvolver a marca Brasil no competitivo mercado internacional.

O PBD é resultado da articulação de subprogramas de abrangência geral e específica, promovendo uma orientação estratégica única de caráter descentralizado. Ainda busca motivar os empresários e engajá-los no objetivo principal, que é inserir o binômio design e inovação no sistema produtivo.

O design propicia maior valor agregado às exportações, fortalecendo a indústria nacional. Para alavancar as propostas do programa, são desenvolvidas parcerias com agentes econômicos e sociais do setor público e privado com o objetivo de intensificar, ampliar e fortalecer as possibilidades existentes, bem como criar novos mecanismos e instrumentos de apoio, fomento e financiamento para o design.

O design é forte elemento de competitividade empresarial, em especial para os segmentos pressionados pela concorrência internacional. É um diferencial estratégico, que possibilita otimização no uso de matéria-prima, melhoria nas fases de projeto e de produção e, em razão da sua prática no desenvolvimento de produto, melhores níveis de satisfação do cliente.

Nos últimos anos, a dinâmica da economia mundial, decorrente da globalização e da introdução acelerada de inovações tecnológicas, tem impulsionado a adoção de estratégias de mercado. Nesse ambiente, a função do design como fator de diferenciação e de competitividade vem se evidenciando significativamente.

Fim do conteúdo da página