Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Comércio e Serviços > Estudos e Publicações de Relevância para o Setor de Serviços
Início do conteúdo da página

Estudos e Publicações de Relevância para o Setor de Serviços

Secretaria de Comércio e Serviços e Projeto Apoio aos Diálogos Setoriais União Europeia-Brasil lançam estudos sobre Internacionalização do Empreendedorismo Jovem e Atração Transfronteiriça de Recursos Humanos Altamente Qualificados

 

O Governo brasileiro, em parceria com o setor privado e outras partes interessadas, vem se empenhando na atualização das políticas públicas em questões relacionadas ao desenvolvimento de empresas e, consequentemente, da economia do país, como o empreendedorismo e a atração de mão de obra qualificada. Desde 2012, o Projeto de Apoio aos Diálogos Setoriais União Europeia-Brasil tem sido muito útil a esse propósito, inicialmente com a Ação “Empreendedorismo e a Competitividade das MPE” (PMEE-03).

Os Diálogos Setoriais União Europeia-Brasil constituem um mecanismo de interlocução institucional visando a identificar boas práticas no desenvolvimento e implementação de políticas públicas em várias áreas. Neste contexto, o Projeto Apoio aos Diálogos Setoriais União Europeia-Brasil prevê apoio à elaboração de estudos que investiguem temas abordados nos Diálogos e/ou busquem melhor conhecimento das políticas e programas adotados por cada uma das partes. 

Em 2014, no âmbito da 7ª Convocatória do Projeto, vários Ministérios e órgãos do Governo brasileiro submeteram propostas de Ação, sendo que a Secretaria de Comércio e Serviços do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (SCS/MDIC) submeteu duas: “Apoio à Internacionalização do Empreendedorismo Jovem” e “Atração transfronteiriça de recursos humanos altamente qualificados”.

A Ação “Apoio à Internacionalização do Empreendedorismo Jovem” (“Supporting Young Entrepreneurship In Internationalization”), entendida como continuidade e particularização da PMEE-03, teve por objetivo propor diretrizes para o aprimoramento do processo de internacionalização do empreendedorismo jovem nacional, e aprimorar os mecanismos de apoio à troca de informações e de experiências com talentos provenientes da diáspora brasileira. O estudo pretendia, ainda, customizar as boas práticas levantadas no cenário europeu ao ecossistema empreendedor nacional.

Realizada com o apoio da Secretaria de Inovação (SI/MDIC), da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTI), da Secretaria Especial da Micro e Pequena Empresa e da Confederação Nacional de Jovens Empresários (CONAJE), a Ação foi desenvolvida a partir de intenso trabalho de pesquisas pelos consultores Carl James (Perito Sênior Externo) e Arij Chabrawi (Perita Sênior Local), além do diálogo entre esses consultores.

Os resultados foram desenvolvidos em dois relatórios, ora disponibilizados: “Apoio à Internacionalização do Empreendedorismo Jovem” e Contribuição das Diásporas ao Desenvolvimento Econômico e Internacionalização de Empresas Brasileiras”.

A Ação “Atração transfronteiriça de recursos humanos altamente qualificados” (“Cross Border Highly Skilled Human Resources Attraction”), por sua vez, foi realizada com o apoio do Conselho Nacional de Imigração - CNIg, da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República do Brasil (SAE/PR), dos Ministérios de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e da Educação (MEC), e outras partes interessadas, a partir de intenso trabalho de pesquisa da consultora (Perita Sênior Externo) Maria Vincenza Desiderio. O objetivo era a realização de um abrangente estudo comparativo das instituições existentes e das estruturas legais que regulam a criação e implementação das políticas públicas vigentes para a atração de recursos humanos altamente qualificados.

O Projeto Apoio aos Diálogos Setoriais, por meio da Direção Nacional do Projeto (Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão), e da Direção-Geral Empresas e Indústria (Comissão Europeia), ao acolher essas ações, possibilitou a troca de informações sobre boas práticas nos processos de formulação e implementação de políticas existentes no Brasil e na Europa. O mapeamento realizado pelos consultores e a análise dos temas a partir da realidade brasileira delineou subsídios para o adensamento de políticas e programas de governo e boas práticas institucionais com vistas a estimular a internacionalização de empresas, a atração transfronteiriça de recursos humanos altamente qualificados e, consequentemente, o desenvolvimento do País.

Os Relatórios ora disponibilizados são resultados do trabalho de pesquisa dos Consultores e suas análises sobre os temas. Os textos finais, inclusive as conclusões e recomendações, não são de autoria desta Secretaria de Comércio e Serviços e não refletem necessariamente entendimentos e posicionamentos deste Órgão.

Fim do conteúdo da página